Homem cai de ribanceira e espera cerca de seis horas por socorro

Local tem mais de 30 metros de altura. Terreno é acidentado e tinha muita lama

Um homem, que alegou a Polícia Municipal ser morador de rua, aguardou por socorro por pelo menos seis horas após cair de uma ribanceira de mais de 30 metros de altura. Durante todo esse tempo, ele ficou pelo local sem comunicação até que alguém pudesse localizá-lo.
De acordo com informações da Polícia Municipal de Cosmópolis, ele foi socorrido em um local próximo à Avenida Marginal, por volta das 20h de domingo, 10.
De acordo com o GM Ferreira, responsável pela retirada da vítima, o homem relatou aos GMs que caminhava pela rua quando, por algum motivo desconhecido, veio a cair da referida altura em uma pedreira desativada ao lado do antigo clube de uma empresa, no bairro Jardim do Sol.
Ele também relatou aos socorristas que estava desde às 14h caído, quando uma pessoa que trabalha nas imediações ouviu por seus pedidos de socorro e acionou a Guarda Municipal.
Os policiais municipais chegaram até o local, constataram a gravidade dos ferimentos e realizaram o chamado do Resgate Municipal. O grupo de socorristas afirmou que o homem possuía sangramentos e dizia não sentir as pernas naquele momento.
Foi necessário o apoio de outros Guardas Municipais para auxiliar no resgate, já que o terreno é acidentado, com muitos animais peçonhentos. Por contas das fortes chuvas ultimamente, as pedras estavam escorregadias, além de haver muita lama.
Após o resgate, o homem foi encaminhado ao Pronto Socorro da Santa Casa de Misericórdia de Cosmópolis, onde passou por exames para ver a gravidade dos ferimentos e permaneceu internado, em observação.